“Louvado sejas, meu Senhor, pela irmã Água, que é mui útil e humilde e preciosa e casta” São Francisco de Assis no Cântico das Criaturas.”

Pois é, o Dia Mundial da Água foi criado pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992. De lá para cá são quase trinta anos que sempre nesta data em todo os países membros da ONU são realizadas ações em defesa e/ou que se dizem em defesa e proteção da água como um bem universal.
Em um discurso no Seminário “O direito humano à água” que ocorreu em Roma em 2017 disse o Papa Francisco: “O direito à água é determinante para a sobrevivência das pessoas e decide o futuro da humanidade”.

E, então, de 18 a 23 de março acontece em Brasília o 8º Fórum Mundial da Água com um bonito enunciado: “O Fórum Mundial da Água é o maior evento mundial sobre a água…” e lá se vai na bela apresentação. Mas na verdade é um encontro de Grandes Multinacionais interessadas na privatização da água, transformando-a em mercadoria, fonte de renda. E o Brasil pós golpe de 2016 é um paraíso para elas.

Em contra partida ocorre de 17 a 19 de março, também em Brasília o “Fórum Alternativo Mundial da Água” FAMA 2018 com o lema: “Água é direito, não mercadoria”. Milhares de pessoas representantes de centenas de entidades da Sociedade Civil preocupadas com a defesa do Meio Ambiente e da água como parte dele, participam deste evento Alternativo.
Nós, aqui na Lomba do Pinheiro, Porto Alegre há alguns anos temos nos reunidos e feito ações em defesa da água, especialmente com o Grupo de Trabalho – GT Arroio Taquara que reúne representantes das forças vivas da comunidade e dos órgãos do Governo. Deste grupo o Centro de Promoção da Criança e do Adolescente – CPCA e a Paróquia Rede de Comunidades Santa Clara fazem parte. Também o Coletivo Amigos da Horta Comunitária da Lomba integram o Grupo.

Neste ano acontecerá no dia 22 de março com início às 13h30min grande Caminhada pela Água pura Direitos e Deveres de Todos. Saindo da nascente do arroio Taquara, parada 16, indo até a Horta Comunitária, parada 12. Eis o lema: “Todos temos o direito à água potável e o dever de cuidar dos arroios e das nascentes que abastecem as nossas casa com água. Vamos preservar o que ainda temos”.

Fiquemos com o lema do FAMA 2018: “Água é Direito, não mercadoria”.

Frei João Osmar, OFM.

Faça sua doação