CPCA inaugura atividades da Aprendizagem Profissional Inclusiva.

Mantendo seu objetivo de inserção no mundo do trabalho, o CPCA em parceria com a Rede Master Hotéis, irá qualificar 15 jovens no Curso de Gastronomia Solidária – Cozinheiro Geral, no Programa Jovem Aprendiz.

Porto Alegre, RS – aconteceu no último dia 26, na sala de eventos do Hotel MasterPremium Gran Hotel, a cerimônia de inauguração das atividades da Aprendizagem Inclusiva no  Curso de Gastronomia Solidaria – Cozinheiro Geral. Com a parceria firmada entre as Empresas, 15 jovens receberão qualificação profissional.

A abertura da cerimônia contou com apresentação da Orquestra Villa-Lobos, que interpretou a Musica “Something” – recordando a esperança que move a todos. Logo após o Diretor Pedagógico da Instituição, Everton SIlveira apresentou o Projeto para os convidados.

O evento reuniu educandos, familiares, educadores, coordenadores e técnicos sociais do CPCA, funcionários e colaboradores das Empresas. Fizeram-se presente também a Sra. Eliane Meleti, representando a Secretaria da Educação de Porto Alegre. Frei Luciano Bruxel, diretor do CPCA, que também representou o Ministro Provincial dos Franciscanos, Frei Inácio Delazzari. Sr. João Sohares, coordenador do Fórum Municipal da Aprendizagem Profissional de Porto Alegre. O Diretor do Grupo Isdra e Rede Master Hotéis, Sr. Eduardo Isdra Zachia, A empresa Desenvolver, responsável pelo processo de inclusão, é parceira nesse projeto e este representada pela consultora Márcia Gonçalves.

Ao tomar uso da palavra sra. Márcia Werkmeister, coordenadora de recursos humanos da Rede Master – partilhou da alegria da empresa em firmar esta parceria de inclusão. Ao declamar o Poema Girassóis e Miosótis, motivou a todos a nunca deixarem de sonhar e seguirem em firmes passos a busca de seus desejos.

O Sr. Eduardo Zachia, recordou que esta iniciativa faz parte da política da empresa de incluir e dar oportunidades a todos, e se alia a demanda de formação continuada de profissionais da Rede Master. Também desejou a todos os jovens, força e vida longa ao projeto. Frei Luciano, ao fazer o uso da palavra, deu ênfase na espiritualidade Franciscana que é à base da instituição, que projetos como esses, nos motivam. Levamos a esperança. Queremos ensinar e caminhar junto com esses jovens. Para São Francisco todo ser é sagrado, e merece respeito e dignidade.

Logo após as falas os jovens foram convidados, um a um, a receberem a carteira de trabalho agora assinada, o jaleco para as atividades teóricas e práticas e um pequeno presente, como demonstração da parceria e convite ao comprometimento profissional de todos os envolvidos. Todos muito animados receberam a pasta e posaram para fotos.

Logo após o encerramento e com mais uma interpretação da Orquestra todos foram convidados para um coquetel. Onde puderam confraternizar e estreitar os laços de amizade e fraternidade.

Entrevista Com o Auditor do Ministério do Trabalho, Sr. Rafael Faria Giguer

Esteve presente o auditor Rafael Faria Giguer, que integra o Núcleo de Igualdade no Trabalho na Superintendência Regional do Trabalho do RS(SRTE/RS). Ele que mobilizou através dos processos de fiscalização para que o projeto pudesse ser firmado. O auditor partilhou: “Nós que estamos no Ministério do Trabalho acreditamos que a transformação social vem através do trabalho. O trabalho e uma das principais formas de resgatar a dignidade das pessoas. E através do trabalho elas podem adquirir a sua independência, não só financeira,  mas todas as outras. Quando trabalhamos com pessoas em vulnerabilidade , em especial as pessoas com deficiência , nós acreditamos que falta para elas oportunidades de mostrar suas potencialidades. Através da aprendizagem profissional, elas podem  desenvolver-se e desenvolver a empresa, porque existe um tempo de aprendizado para que ambos possam se adaptar a nova realidade. E a partir de então eles possam no final ser contratados e efetivados – e assim se tornar um cidadão pleno, trabalhando e conquistando seu espaço.” – concluiu.

Curso de Gastronomia Solidaria – cozinheiro Geral

A Aprendizagem Profissional do CPCA, Jovem Aprendiz, coordenado por Giane Silveira, tem atualmente 115 jovens com Carteira de Trabalho assinada e mais 215 em formação profissional. Com objetivo principal de inclusão no mundo do trabalho, tem uma carteira de 24 empresas parceiras e mais de 15 instituições que acolhem jovens para os ambientes de prática.

Neste projeto o CPCA terá 15 aprendizes com e sem deficiência. A instituição será responsável pela formação pedagógica e metodológica construtiva de ensino. Com um conteúdo flexibilizado e tarefas de complexidade progressiva, objetiva que as potencialidades dos jovens sejam desenvolvidas. O curso formará cozinheiros geral com conteúdo abrangente em diversos eixos do mundo do trabalho, com foco na gastronomia e segurança alimentar.

As atividades práticas e teóricas ocorrerão durante aproximadamente 2 anos e ao final da formação o objetivo será a efetivação de todos os aprendizes, promovendo sua dignidade e autonomia através do trabalho.

Confira as fotos no Facebook da Instituição: www.facebook.com/cpcapoa